Posts Tagged ‘Tumucumaque’

3ª Etapa do Curso de Gestão Ambiental e Territorial na Terra Indígena Parque do Tumucumaque: Direitos, Soberania Alimentar e Assembleia da APITIKATXI

A 3ª Etapa do Programa de Formação de Jovens e Lideranças em Gestão Ambiental e Territorial na porção Oeste do Complexo Tumucumaque, aconteceu durante os dias 08 a 28 de outubro na aldeia Missão Tiriyó, Terra Indígena Parque do Tumucumaque, contando com três módulos, de uma semana cada. Participam desse Programa de Formação, que conta com apoio do Fundo Amazônia/BNDES, 35 alunos indígenas de povos Karib (Tiriyó, Katxuyana, Txikiyana, Kahyana, Okomoyana, Prouyana, dentre outros).

No primeiro módulo o tema tratado foi: Direito e Legislação Indígena e Ambiental, conduzido por Luis Eloy Terena, advogado indígena Terena e assessor jurídico da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB). Angela Kaxuyana, nascida na Missão Tiriyó, hoje tesoureira da Coordenação das Organizações dos Indígenas Amazônia Brasileira (COIAB), auxiliou Eloy Terena principalmente nas traduções para as línguas locais, sobretudo katxuyana e tiriyó. Partindo do Estatuto do Índio de 1973 até os direitos garantidos na Constituição Federal de 1988, bem como na Convenção 169 da OIT, ratificada pelo Brasil em 2004, Luis Eloy trouxe à tona as ameaças atuais aos direitos constitucionais dos povos indígenas.

Leia mais ...

Povos Indígenas participam da 9ª edição do Curso Diálogos Agroecológicos na Embrapa em Brasília

Entre os dias 18 e 23 de setembro, aconteceu nas diversas unidades da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, sede em Brasília), o curso Diálogos Agroecológicos, integrando a segunda etapa do intercâmbio planejado dentro do Programa de Formação de Jovens e Lideranças em Gestão Territorial e Ambiental, em curso no Complexo Tumucumaque, com apoio do Fundo Amazônia/BNDES.

O curso contou com 30 participantes, representantes de povos Karib (Apalai, Akuriyó, Katxuyana, Txikiyana, Tiriyó, Wayana, dentre outros). Além destes jovens, lideranças e caciques da TI Parque do Tumucumaque e TI Rio Paru d’Este, situadas no norte do Pará e divisa com Amapá, também participaram do cruso dois jovens da TI Uaçá, localizada no Oiapoque, norte do Amapá, bem como assessores indigenistas antropólogos e agrônomos do Iepé. Os dois agentes socioambientais indígenas do Oiapoque compartilharam a importante experiência que têm tido em parceria com a Embrapa no Amapá, através do Projeto ABC, considerando a participação nos diálogos em Brasília como uma possibilidade para estreitar os laços com a instituição e pensar em projetos futuros.

Leia mais ...

Intercâmbio entre Planos de Vida: Povos Indígenas do Complexo Tumucumaque trocam experiências com os Povos Indígenas do Oiapoque

Foto: Aldeia Ahumã, TI Uaçá

 

O intercâmbio aconteceu entre os dias 11 e 16 de setembro nas TIs Uaçá, Galibi e Juminã, dos povos indígenas do Oiapoque, e envolveu 21 participantes, representantes dos povos Karib (Apalai, Akuriyo, Katxuyana, Txikiyana, Tiriyó, Wayana, dentre outros) das Terras Indigenas Parque do Tumucumaque e Rio Paru d’Este, situadas no norte do Pará e divisa com Amapá. Planejado dentro do Programa de Formação de Jovens e Lideranças em Gestão Territorial e Ambiental, em curso no Complexo Tumucumaque, com apoio do Fundo Amazônia/BNDES, o intercâmbio teve como tema principal a troca de informações e experiências sobre os Planos de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) atualmente sendo implementados tanto no Oiapoque, quando no Tumucumaque.

Leia mais ...

Soberania Alimentar e Direito Territorial – 3ª Etapa do Curso de Formação Indígena em Gestão Ambiental e Territorial no Tumucumaque/Leste

Jovens e lideranças indígenas das TI´s elaborando desenhos e conceitos sobre segurança alimentar

Aconteceu, entre os dias 2 e 21 de julho, na aldeia Apalai (Bona), a 3ª Etapa do Curso de Formação em Gestão Territorial e Ambiental de uma das duas turmas de jovens e lideranças das Terras Indígenas Parque do Tumucumaque e Rio Paru d’Este. O curso de formação ocorre paralelamente nas porções leste e oeste das duas TIs, e conta, no lado leste, com a participação de 40 jovens e lideranças indígenas.

A programação da primeira semana foi associada à realização de uma Assembleia da APIWA (Associação dos Povos Indígenas Wayana e Apalai), incluindo a participação dos jovens e lideranças indígenas que já participam deste curso, além dos demais caciques. A pauta principal da Assembleia foi o monitoramento do PGTA que está sendo implementado no Tumucumaque Leste e Oeste, com apoio do BNDES/Fundo Amazônia. Na ocasião, também aconteceu a visita de uma equipe do Fundo Amazônia, que se fez presente durante a semana na aldeia Bona e em aldeias vizinhas. Nessa semana, os jovens participaram e dialogaram com os caciques e lideranças indígenas sobre assuntos que constam do seu PGTA ou Plano de Vida, como preferem chamar, e reservaram um tempo específico para a validação do Plano de Vigilância da porção leste dessas TIs junto à Funai, lá representada pelo coordenador da CR Macapá e pelo chefe do SEGAT nesta CR.

Leia mais ...

Aprendendo a viver bem dentro da terra demarcada: Formação de Jovens Indígenas & Feira de Sementes no Tumucumaque

Aconteceu entre abril e maio deste ano a 2ª Etapa de Formação Indígena em Gestão Territorial e Ambiental nas Terras Indígenas Parque do Tumucumaque e Rio Paru d’Este. Esta formação ocorre no âmbito do Projeto “Bem Viver Sustentável” de Implementação de Plano de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) de ambas TIs, com apoio do Fundo Amazônia/BNDES. No lado leste do Complexo do Tumucumaque, a 2ª etapa aconteceu entre 17 e 29 de abril, na aldeia Bona; no lado oeste, de 1 a 19 de maio, na aldeia Missão Tiriyó. Após os módulos, em ambas as regiões, aconteceu também a I Feira de Sementes no Tumucumaque.

Leia mais ...

Login Form