Os povos indígenas do baixo rio Oiapoque

Festa

Turé (foto: Ugo Maia Andrade)

Os quatro povos que habitam a região do baixo rio Oiapoque falam línguas aruak (os Palikur), carib (os Galibi-Kali’na) e patoá (os Karipuna e os Galibi-Marworno). Falam também português e francês, aprendidos no processo de inter-relações com diferentes povos que, nos últimos 400 anos, transitaram por essa região de fronteira e devido à proximidade com a Guiana Francesa. Estes quatro povos ocupam três Terras Indígenas (TI Uaçá, TI Juminá e TI Galibi), demarcadas e homologadas, que abrangem 23% da extensão territorial do município de Oiapoque. Estas terras configuram uma grande área contínua, cortada a Oeste pela BR-156, que liga Macapá ao Oiapoque. Os índios alimentam-se basicamente de peixe, de farinha de mandioca e de frutas. A farinha de mandioca excedente é comercializada, em Oiapoque, ou trocada por outros produtos. Estima-se que sejam hoje cerca de 7.000 índios divididos em 39 aldeias e na cidade de Oiapoque. Na década de 70, os quatro grupos indígenas iniciaram um processo de organização política conjunta com a realização anual de grandes assembleias indígenas, nas quais discutem problemas comuns da área, tomam decisões e encaminham reivindicações às autoridades.

Login Form