Ações de capacitação, prevenção e combate à Covid-19 na Terra Indígena Wajãpi

O Iepé em parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena do Amapá e Norte do Pará ve vem realizado uma série de ações de prevenção e combate à Covid-19 Terra Indígena Wajãpi, onde vivem cerca de 1.500 Wajãpi. Entre essas ações, em julho, foi instalada uma Unidade de Atendimento Primário Indígena (UAPI) no Posto Aramirã, que permitirá o atendimento de doentes com Covid 19, de leve e moderada complexidade, fornecendo tratamento medicamentoso e ventilatório. Também foi realizado treinamento de Agentes Indígenas de Saúde (AIS) wajãpi e fornecido materiais, testes e orientações sobre testes para a equipe de saúde que atua na TIW.

Instalação da UAPI na TIW

Após consulta aos chefes wajãpi, o Conselho das Aldeias Wajãpi – Apina autorizou o uso da Escola Indígena Estadual Aramirã para a instalação da UAPI, considerando que todas atividades dentro da TIW, inclusive as aulas, foram suspensas desde março, por tempo indeterminado. As adequações e reparos necessários para o espaço foram realizadas pelo DSEI APNP, em parceria com Iepé e Target. As médicas Mariana Maleronka Ferron e Vivian Avelino-Silva, da Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein, supervisionaram a adaptação da estrutura e instalação de equipamentos da UAPI. A UAPI do Posto Aramirã tem capacidade para atender 12 pacientes e foi simbolicamente entregue ao povo Wajãpi pelo gestor do DSEI APNP, Roberto Bernardes, no dia 11 de julho, com a presença do chefe Parikura Waiapi. A aquisição dos equipamentos para a instalação da UAPI contou com a parceria dos Expedicionários da Saúde e apoio da Embaixada da França.

Treinamento para AIS wajãpi

Quatro AIS wajãpi foram capacitados para realizar os testes rápidos de antígeno e de anticorpos, em etapas de treinamento realizadas no Centro de Formação e Documentação Wajãpi no Posto Aramirã e no Posto de Saúde da aldeia Jakareãkãgoka. Estes AIS receberam alguns testes para aplicarem em casos suspeitos nas suas regiões. Os AIS das aldeias Pairakae, Jiruruwyry, Ysigu, Jakareãkãgoka e Akaju, localizadas nos limites da TIW, receberam orientações para isolamento e tratamento de pacientes com sintomas de síndrome gripal. Além do treinamento e orientação para os AIS, as médicas também deram orientações e esclareceram dúvidas sobre a Covid-19 e outras doenças para famílias e pacientes wajãpi que estavam em aldeias próximas à BR-210.

Acompanhamento da equipe de saúde do DSEI na TIW

As médicas Mariana Maleronka Ferron e Vivian Avelino-Silva também apoiaram as ações da equipe de saúde do DSEI no Posto Aramirã entre 1º e 11 de julho, período no qual auxiliaram a revisão dos protocolos internos da equipe e a implementação padrões de segurança para atendimento de pacientes suspeitos de Covid-19.  Também foram revisadas rotinas e procedimentos para atendimento de outros problemas de saúde, como a remoção de pacientes para unidades de saúde fora da TIW.

Deixe um comentário


Login Form