Iepé promove mini curso Clima, Agricultura e Áreas Protegidas em Macapá

 

Nos dias 26 e 27 de novembro, o Iepé realizará o mini curso Clima, Agricultura e Áreas Protegidas, voltado para gestores, servidores públicos e profissionais que trabalham na área ambiental e de gestão territorial no estado do Amapá.  O minicurso ocorrerá no Centro de Línguas do Estado do Amapá, em Macapá, e as inscrições estão abertas até o dia 24/11.

Confira a ementa do curso:

Nos últimos anos, o mundo tem observado com preocupação aos impactos que as mudanças do clima tem gerado para a vida humana, desde eventos extremos até alterações nas estações do ano que geram impactos para atividades econômicas produtivas. Cientistas e tomadores de decisão do mundo todo reúnem-se há desde 1995 nas Conferências das Partes (COP) para discutir medidas que os países devem adotar para reverter um cenário catastrófico de mudanças climáticas, que pode comprometer a vida de todo o planeta. Nos últimos anos, ficou atestado cientificamente (IPCC 2007) a influencia da ação humana sobre o clima, pela emissão de gases de efeito estufa (GEE). Dentre as principais atividades humanas emissoras de GEE estão a queima de combustíveis fósseis e as mudanças de uso da terra associadas ao desmatamento. Há uma crescente preocupação com a manutenção das florestas do planeta e o reconhecimento de que a conservação dos recursos naturais e ecossistemas é fundamental para a manutenção do clima, que, por sua vez, deve manter-se equilibrado para a segurança alimentar e qualidade de vida da população. Estudos mostram que os gastos de mitigação com mudanças climáticas podem chegar à ordem de bilhões (Assad et al., 2013), e que é fundamental evitar que as mudanças climáticas se agravem ainda mais, sendo necessário, para tanto, tomar ações de redução de emissões de GEE. Dentre estas ações estão as de preservação das áreas de floresta, visto que estas não apenas armazenam grandes quantidades de carbono, como também auxiliam na manutenção da temperatura local e dos regimes de chuva, condições estas que são também essenciais para a produção agrícola. Os povos da floresta contribuem para o equilíbrio climático de várias maneiras, dentre elas, pela gestão sustentável que fazem de seus territórios; os conhecimentos, tecnologias e práticas dos povos indígenas são reconhecidos pelo Acordo de Paris como relevantes para respostas efetivas às mudanças do clima. Nesse sentido, este mini curso pretende abordar a relação entre áreas protegidas, gestão territorial, clima e produtividade agrícola.

Minicurso Clima, Agricultura e Áreas Protegidas

Data: 26 e 27 de novembro de 2019

Horário: 08h às 17h

Local: Centro de Línguas da Universidade do Estado do Amapá CEL/UEAP, Campus Graziela, Macapá, Amapá.

Inscrições pelo link http://bit.ly/minicursoclima até o dia 24/11.

Deixe um comentário


Login Form