Intercâmbio Tiriyó, Apalai e Kaxuyana na Terra Indígena Wajãpi

Entre os dias 29 de abril e 01 de maio, representantes dos povos Tiriyó, Apalai e Kaxuyana participaram de um intercâmbio na Terra Indígena Wajãpi. A iniciativa é contemplada pelo projeto “Consolidando uma Rede de Experiências no Planalto das Guianas” (Porticus). Fizeram-se presentes no Centro de Formação e Documentação Wajãpi, Davi Kaxuyana (tesoureiro da Apitikatxi), Celeide Kaxuyana, Paula Tiriyó, Shimeto Tiriyó (cacique geral) e Arituapó Wayana (Arikó). Os convidados acompanharam a parte aberta da Assembleia dos Wajãpi, onde foram discutidas questões relevantes sobre educação e cultura / terra, ambiente e saúde. Estavam presentes representantes de órgãos governamentais, como SEED/NEI, SEMA, IPHAN, IEF e FUNAI.
intercâmbio (5)

Os participantes puderam conhecer as dependências do Centro de Formação e Documentação Wajãpi e também fizeram uma visita à aldeia Kwapo’ywyry, região do Aramirã, onde foram recepcionados pelo professor Viseni Wajãpi e puderam conhecer um pouco da realidade da aldeia. Também participaram da festa do tucunaré em comemoração aos 10 anos de reconhecimento da arte Kusiwá como Patrimônio Imaterial da Humanidade. Segundo Davi Kaxuyana esse encontro foi muito importante, pois acha que os povos indígenas do Parque Indígena do Tumucumaque e os Wajãpi tem que trabalhar juntos para poder se fortalecer e brigar junto aos órgão do governo, e também conhecer mais a realidade de vida uns dos outros.

Deixe um comentário


Login Form