Indíos e quilombolas de Oriximiná: juntos na defesa de direitos territoriais

A campanha

Com o apoio da Comissão Pró-Índio de São Paulo (CPI-SP) e do Iepé – Instituto de Pesquisa e Formação Indígena, a Associação Indígena Kaxuyana, Tunayana e Kahyana (AIKATUK) convida a sociedade brasileira a apoiar a mobilização dos povos indígenas e quilombolas da Bacia do Trombetas, situada no município de Oriximiná, na região da Calha Norte do Pará.

Aldeia Santidade 2

Reunindo-se na quarta-feira, 02 de outubro, na Faculdade da Amazônia, em Belém do Pará, os povos indígenas e quilombolas trombetanos retomam uma antiga aliança. Na esteira da Mobilização Nacional Indígena – que acontece entre 30 de setembro e 04 de outubro em todo país, conforme convocação da Articulação dos Povos Indígenas Brasileiros (APIB) –, estes povos manifestam-se pela defesa dos seus direitos constitucionais, ameaçados pela morosidade de processos de regularização fundiária e pela expansão da atividade minerária. Assim, eles reivindicam:

  • Imediata publicação do Relatório de Identificação e Delimitação da Terra Indígena Kaxuyana e Tunayana pela FUNAI;
  • Imediata publicação do Relatório de Identificação da Terra Quilombola de Alto Trombetas pelo INCRA;
  • Agilização dos processos de regularização das Terras Quilombolas Jamari/Último Quilombo/Moura e Cachoeira Porteira pelo INCRA e ITERPA;
  • Nenhuma atividade minerária, inclusive pesquisas, antes da titulação;
  • Cancelamento das autorizações para a Mineração Rio do Norte realizar estudos e exploração mineral dentro das terras quilombolas.

Foto 13

Apóie os povos indígenas e quilombolas da Bacia do Trombetas!

Clique aqui para visitar o site da campanha.

Baixe o dossiê da Terra Indígena Katxuyana-Tunayana aqui.

Saiba mais sobre os povos indígenas e quilombolas do trombetas.

Login Form